Novos Testes Serológicos de Imunidade - COVID-19

Novos Testes Serológicos de Imunidade - COVID-19

A CMIL – Clínica Médica Internacional de Lisboa, em colaboração com o seu parceiro SYNLAB, anuncia a sua mais recente ferramenta no auxilio ao combate à actual pandemia de COVID-19, os Testes Serológicos de Imunidade.

Os Testes Serológicos de Imunidade permitem aos nossos pacientes identificar se já tiveram contacto com o vírus SARS-CoV-2, avaliando a sua resposta imunitária, ou seja, avaliar se o seu organismo desenvolveu anticorpos contra o vírus aumentando a sua protecção contra o mesmo, facilitando assim a retoma das suas actividades profissionais e sociais com maior confiança.

A partir dos Testes Serológicos é possivel o doseamento de anticorpos IgM e IgG, em laboratório, permitindo o diagnóstico de novos casos de infecção e/ou atestar a resposta imunológica à COVID-19. Os anticorpos IgM, por surgirem numa fase mais precoce, permitem identificar doentes infectados em média, 7 dias após o contágio. Os anticorpos IgG, por surgirem numa fase mais tardia (geralmente a partir da 2ª semana, atingindo o pico aos 60 dias), são considerados os mais importantes no seguimento da resposta imunitária, podendo ser a única forma de identificar indivíduos que foram infectados, com ou sem manifestações clinicas da doença.

Na Clínica Médica Internacional de Lisboa, os pacientes terão acesso a duas modalidades de teste:

– Teste Serológico – anticorpos IgG + IgM
– Teste Serológico – anticorpos IgG

Após a obtenção dos resultados dos testes, que requer entre 24 a 48 horas:

– os pacientes IgM positivos devem efectuar os testes de detecção do genoma (RT-PCR), de modo a confirmar ou não a existência de infecção positiva
– os pacientes IgG positivos apresentam uma resposta imune e portanto maior protecção contra o vírus. Importa salientar que, de momento a presença de IgG identifica a presença de resposta imunológica, no entanto, o actual estado de conhecimento não permite determinar a duração desta resposta imune.
– pacientes sem anticorpos IgM ou IgG devem manter cuidados activos, de acordo com a DGS, procurando utilizar máscara em ambientes fechados ou em contacto próximo com outras pessoas, bem como a medição regular da temperatura corporal de modo a identificar alterações.

Para mais informações entre em contacto com a nossa Clínica.